Quando falamos e/ou imaginamos carpetes clássicas recordamos de imediato a nossa infância em casa dos nossos avós, daqueles móveis em mogno pesados e bastante ornamentados com uma carpete toda ela trabalhada e com franjas. Um ambiente bastante marcante e fora de época.

No entanto, o estilo clássico e apesar de ter surgido na antiguidade, no período grego e romano, em que a arquitectura era sinónimo de beleza e riqueza na realidade nunca saiu de moda. Será sempre uma tendência intemporal de decoração.

As principais características da decoração clássica são os tetos, rodapés e paredes trabalhadas com muitas ornamentações. Um dos elementos também comum é o material da mobília em cerejeira, mogno, nogueira ou palissandro, entre outros, e sempre em tonalidades escuras.

  classico

Já quanto aos objectos são os cristais, porcelanas, latão, candelabros, bostos, livros, espelhos, molduras ornamentadas, lustres e abajures em seda os mais utilizados.

Nos dias de hoje, tendencialmente, suavizamos os ambientes com o acompanhamento de elementos modernos para criar uma decoração mais leve.

Mas se adoras tapetes clássicos e tens receio de criar um ambiente demasiado clássico, idêntico ao da casa dos teus pais e/ou avós, poderás evitar as cores escuras e não sobrecarregar o espaço com móveis e peças clássicas. Em espaços pequenos e com pouca luz, usa apenas pequenos objectos do estilo. Elementos clássicos conjugados com peças de outros estilos podem ter um resultado surpreendente!

Os tapetes clássicos poderão ser sem dúvida o complemento certo, na tua casa, para criar apenas o requinte do estilo clássico. E não te preocupes, já existem muitos tapetes clássicos com cores mais claras, de muitos padrões e para todo o tipo de gostos. Alguns já não têm franjas e mesmo que tenham é sempre possível retirá-las para quem não é amante de ver “franjas despenteadas”.

Deixo-te aqui alguns exemplos de tapetes clássicos que trazem aos ambientes, na maioria das  vezes simples e sem personalidade, um toque de glamour.

Acredita! O teu espaço ficará sem dúvida mais acolhedor e leve!

     

     

Bárbara Brandão