Quando chega esta altura do ano, a Primavera, gosto sempre de fazer uma limpeza geral na minha casa. Lavar todas as cortinas, limpar os armários por dentro, colocar os tapetes todos fora a arejar e lavar. 😊

Tenho reparado que, muitos clientes nesta altura guardam os seus tapetes e só os voltam a colocar na próxima estação, com a chegada do frio. Pessoalmente, gosto sempre de ter tapetes na minha casa, seja verão ou inverno. 

Para quem prefere guardar os tapetes, deixo aqui alguns pequenos cuidados que deverão ter, para estes não se degradarem e poderem ser utilizados de novo mais tarde. 

Sugiro, se lavar a carpete e depois a guardar convém certificar-se que esta é 100% seca. Caso contrário, quando a voltar a usar terá um cheiro desagradável ou na pior das hipóteses poderá estragar se com a humidade. 

Uma outra regra de ouro é a forma como a enrola, sugiro que nunca dobre a carpete. Se o fizer,  a carpete não assentará mais no chão pois ficará com um vinco. Deverá sempre enrolá-la à largura do seu tapete. De qualquer forma, se não souber qual é a largura é simples de descobrir de onde deve enrolar. Se estiver a dar bastante resistência, já sabe que está a enrolar do lado errado, portanto, sugiro que mude o sentido.

A carpete depois de lavada e enrolada, corretamente, deverá ser embalada em plástico para não se sujar com pó, que surge sempre no ar. O plástico deverá ter furinhos de forma a que a carpete não ganhe humidade no interior. Posteriormente, e idealmente deverá guardá-la num espaço/divisão onde não haja muita humidade. 

São dicas simples, mas que podem fazer toda a diferença.

Beijinhos, 

Bárbara Brandão